Explore e desperte
a sua sexualidade.

Dicas e Posições para o sexo anal

Cada casal deve encontrar as posições que melhor lhes favoreçam, pois o que pode ser bom para uns, pode não ser para outros.

Quando a mulher ainda não está segura de praticar o sexo anal, ou tem um parceiro muito afoito, ela prefere se colocar numa posição onde o homem não tenha total controle da situação.

Mas também não é somente a posição que pode facilitar. Uma boa forma de facilitar a penetração sem nenhum incômodo, é a introdução do pênis quando este ainda não está totalmente enrijecido. Nesse caso, com um pouco de rebolado e a mulher pressionando o bumbum em direção ao pênis, a mulher consegue que o homem vá penetrando-a, sendo que ela própria vai mantendo o ritmo dos movimentos.

Fora isso, algumas posições além de favorecerem um controle maior da mulher, não causam desconforto na hora da penetração.

Lado a lado
A conhecida posição de concha, onde o casal fica de lado, costuma ser uma das preferidas das mulheres. Beijos e fungadas no pescoço da mulher, contribuem para a excitação. Com as mãos livres, o homem pode acariciar o clitóris da mulher ou usar um vibrador. Pode acariciá-la ao redor do ânus e introduzir o dedo, aos poucos, para que ela vá relaxando o esfíncter. A mulher pode se auto acariciar usando as mãos ou se preferir, usar o vibrador.

O homem sentado e a mulher deitada
Nessa posição, o homem pode sentar com as costas encostadas na cabeceira da cama e a mulher deve deitar-se com a barriga para cima, indo de encontro com as pernas abertas para encaixar no homem. Essa é uma boa posição para a mulher se sentir mais relaxada e ainda ter o controle sobre a penetração. Nesse caso, o homem estará com as mãos livres para acariciar a mulher no clitóris, na vagina e no próprio ânus, antes de penetrá-la, assim como a mulher.

Estímulo e proteção
Apetrechos sexuais são bem-vindos na cama para se prepararem para o sexo anal. O vibrador, por exemplo, é um dos apetrechos mais utilizados. Usá-lo nas preliminares para acariciar o clitóris ou introduzi-lo na vagina, faz com que a mulher alcance muito mais rápido o orgasmo, deixando-a pronta para receber o pênis.

Uma massagem bem devagar nas nádegas e ao redor do ânus faz muita mulher atingir o orgasmo sem nem chegar perto do clitóris. A maioria das mulheres prefere, inclusive, que a penetração anal aconteça quando elas estão tendo o orgasmo. Nesse momento de intenso prazer, a penetração é altamente excitante e por estar totalmente relaxada e excitada, não existe dor.

Embora algumas mulheres atinjam o orgasmo somente com o sexo anal, se o homem estimular o clitóris da mulher antes e durante o sexo anal, com as mãos ou até com um vibrador, isso não só ajudará a mulher a desejar o sexo anal como a fará ter um enorme prazer.

É importante reforçar que a mulher tem que ser bem estimulada, pois se acontecer de o homem demorar demais para atingir o orgasmo, vai gerar um incômodo para a mulher e, provavelmente, ela pedirá para parar. Ninguém quer que isso aconteça!

Mesmo tendo o cuidado de não cometer alguns erros na prática do sexo anal, vale lembrar que cada casal deve achar o seu ritmo e a melhor forma de praticá-lo, para que seja prazeroso e igualmente seguro para os dois.

Usar o preservativo é imprescindível. Além de proteger contra as doenças sexualmente transmissíveis e da temível Aids, o preservativo protegerá o homem e a mulher contra possíveis infecções por causa do contato direto dos órgãos sexuais, com resíduos de fezes. Portanto, nem pensar em passar para o sexo vaginal, imediatamente após o sexo anal.

Aprendendo a se conhecerem sexualmente, tomando os devidos cuidados, e a mulher não tendo vergonha de dizer ao seu homem o que ela gosta e o que ela não quer o sexo anal será bom para os dois.

E para um bom amante não tem limites no que ele faz questão de aprender, para colocar em prática com a sua mulher.

O sexo anal pode e deve fazer parte do repertório sexual do casal como mais uma forma de intimidade.

Certamente, os dois sairão ganhando.

Pesquisar no site